Notícias

Compartilhe:
Versão para impressão - A- - A+

Zoom decola com coronavírus e já vale mais que Vale, Petrobras e Ambev

Imperatriz, Maranhão, 20 de Maio de 2020

Impulsionada pela disparada da demanda em todo o mundo por causa da pandemia do novo coronavírus, que tem forçado famílias e empresas a se distanciar, a startup americana Zoom Video Communications viu sua cotação na bolsa de valores disparar neste ano.

Dona do aplicativo de videoconferências mais popular do momento, a Zoom já supera gigantes brasileiros como a mineradora Vale, a petroleira estatal Petrobras e o Itaú Unibanco.

Desde o início do ano, o preço da ação da Zoom na bolsa americana de tecnologia Nasdaq se multiplicou por 2,52, chegando hoje a 173,52 dólares, o que corresponde a um valor total de mercado de 49 bilhões de dólares.

À taxa de câmbio desta quarta-feira, 20, que é de 5,71 reais por dólar, o montante é de 279,8 bilhões de reais. A Vale, empresa mais valiosa da bolsa brasileira B3, está cotada hoje a 263 bilhões de reais, enquanto a Petrobras vale 241,8 bilhões de reais e o Itaú, 220,9 bilhões de reais.

O mercado de videoconferências também é disputado por empresas como a Cisco Systems, a Microsoft (dona do Skype e do Teams) e o Google (dono do Hangouts).

A estratégia da Zoom Video Communications tem dado certo. Em 2019, a startup teve um faturamento de 622,7 milhões de dólares, o que representa um crescimento de 88% ante 2018. No ano passado, a empresa informava ter mais de 82.000 clientes.

Além de vídeo ao vivo, o aplicativo da Zoom também permite trabalhar em equipe em tempo real e trocar mensagens de texto. O serviço está disponível na web e por meio de aplicativos para smartphones com sistema operacional Android e iOS (dos iPhones).

 

Fonte: Exame

Foto: Kena Betancur / Getty Images

Categoria: MERCADO

PARTICIPE: MANDE SEU ALÔ
captcha
CONECTE-SE COM A FM TERRA
  • FM Terra no Facebook!
  • Siga-nos no Twitter!
  • Nosso canal no YouTube!
COMPARTILHE
AddThis